Seu carrinho está vazio

Diferença de um Subwoofer Ativo de um Subwoofer Passivo

04/03/2020 Dicas comentarios
562 visualizações
Imagem do autor Kelen Francioni
Kelen Francioni
Redator da So Fast

Vejam se não voltamos para dar mais dicas e esclarecer dúvidas! O tema da vez são subwoofers, mais especificamente a diferença entre os subwoofers passivo e ativo, bem como entender qual o melhor para cada situação.


Aqui na So Fast, além de você poder adquirir os melhores aparelhos de áudio e vídeo, ainda tem a sessão do nosso Blog para se manter informado e, de quebra, poder fazer uma compra mais assertiva.


Para essa matéria consideramos falar dos tipos de subwoofer, já que tem muitas pessoas que realmente não sabem a diferença entre um subwoofer que é ativo e um passivo e acaba por pensar que um é melhor que o outro, bem como cai na dúvida de não saber qual dos modelos é melhor de acordo com o que se precisa na hora de montar um sistema de som.


Bem, se você está a fim de se manter antenado e não errar na hora da compra, continua acompanhando que a gente preparou uma matéria bem interessante para esclarecer tudo de forma bem objetiva!

→  O que é Subwoofer ativo e Subwoofer passivo?


Já que na loja online da So Fast nós fornecemos apenas os melhores aparelhos de áudio e vídeo, pois prezamos por um sistema de som de qualidade, assim como um home theater devidamente montado, nada mais justo de contribuirmos ainda mais ao proporcionar dicas sobre home theater e som ambiente, assim como tudo o que envolve a montagem de um ambiente com preciso e agradável sonorização, a fim de proporcionar experiência sonora de qualidade na hora de curtir os mais diversos conteúdos.


Então, antes de mais nada, vamos a contextualização: O que é um subwoofer? Um alto-falante, só que projetado para atender especificamente às frequências de áudio mais baixas, ou seja, um subwoofer é o dispositivo responsável pela otimização dos graves em um sistema de som como o home theater, por exemplo.


- Subwoofer Passivo: Este é chamado assim porque precisa ser alimentado por um amplificador externo ou mesmo um receptor Áudio/Vídeo (A/V). Os subwoofers passivos são parecidos com os modelos de alto-falantes tradicionais.


Mas é válido deixar claro que um subwoofer passivo é o dispositivo que necessita de maior quantidade de energia para ser capaz de reproduzir sons de baixa frequência, enquanto o amplificador ou receptor A/V precisa estar apto para enviar energia suficiente para sustentar os efeitos de sons graves reproduzido pelo subwoofer em questão, sem que aconteça a drenagem do fornecimento de energia no amplificador ou receptor A/V.


- Subwoofer Ativo: Também chamado de Powered, o subwoofer ativo é um alto falante independente. Basicamente, o modelo de subwoofer ativo e o amplificador são vinculados, a fim de garantir a performance ideal e de forma que os dois dispositivos se mantenham alojados no mesmo compartimento.


Por meio desse processo é levado a carga de energia através do receptor A/V, logo torna possível que o amplificador ou receptor seja capaz de potencializar apenas os alto-falantes mid-range e tweeter.

→ Mas dá pra ficar mais claro…


Dá pra explicar de uma forma ainda mais fácil como diferenciar um subwoofer ativo de um passivo, é bem simples, se o dispositivo for ligado na tomada, então ele é ativo.


Deste modo, a energia vai alimentar o circuito de amplificação de fazer o equipamento funciona. Agora, se o subwoofer não for ligado na elétrica, isso significa que ele é passivo.


Vale destacar que os modelos de subwoofers ativos são mais populares em home theater de alta qualidade. E, o melhor é que aqui na So Fast você encontra um monte de modelos de subwoofers ativos para comprar, tem dos mais variados preços e marcas para você escolher aquele que melhor se encaixar no que você procura.


No que diz respeito aos subwoofers passivos, estes já não são mais tão indicados por profissionais da área, mas ainda assim há alguns sistemas mais antigos que fazem uso desse tipo de subwoofer e, também existem fabricantes que desenvolvem amplificadores para subwoofer.

→ Quando usar cada um dos subwoofer? É melhor o ativo ou passivo para home theater?

Hora da verdade! Na grande maioria das vezes o subwoofer ativo é escolhido para integrar tanto os sistemas de som ambiente, quanto de home theater. E, algumas das principais vantagens dessa escolha inclui maior potência, com isso o usuário não vai precisar ter um amplificador apenas para o subwoofer, além de que, grande maioria das saídas dos novos aparelhos já vem adaptadas e devidamente equalizadas para receber conexão de subwoofers ativos.

Mais um ponto inegável a favor do subwoofer ativo é que este por sua vez apresenta menor margem de erros de desenvolvimento de sistemas, ou seja, optar por ele fica fácil.

Entretanto, também não podemos deixar de lado certas situações que acabam por fazer o subwoofer passivo ser o mais viável. Alguns consumidores, por exemplo, possuem sistemas de som mais antigo que são integrados com subwoofer passivo e, por esse motivo e, também por apesar de serem antigos, mas de boa qualidade, não é realmente necessário se desfazer do dispositivo.

Mas então como é possível aproveitar o subwoofer passivo no sistema sendo que os equipamentos mais modernos já vem de fábrica adaptados para subwoofers ativos?

Tem resposta pra isso também! Nesse caso, será necessário ligar a saída passiva de subwoofer do equipamento em questão à um amplificador para subwoofer e, nele, o subwoofer passivo.

Mas preste atenção no detalhe de que é necessário que seja um amplificador para subwoofer, ate porque ele já tem um crossover interno que faz um corte nas frequências e, por isso deixa passar para o subwoofer apenas os graves.

→ Qual a melhor maneira de usar um subwoofer passivo?

Elencamos duas situações onde se encaixa o uso de subwoofer passivo,

Basicamente, na visão da So Fast há duas situações em que é possível utilizar um subwoofer passivo, são elas:

- Reaproveitar um aparelho de subwoofer passivo que já exista e que por algum motivo você não queira se desfazer dele, até porque se estiver em bom estado e for de qualidade dá pra dar um jeito de usar nos sistemas mais modernos.


- Já na segunda situação, o uso de um subwoofer passivo é super recomendo, estamos falando de quando se pretende usar um subwoofer em uma área externa, na qual o aparelho possa estar sujeito à pegar chuva, por exemplo, sem que haja condição de acoplar energia elétrica. Nesses caso, sem dúvidas, escolha um subwoofer passivo.


Sendo assim, o veredito final é o seguinte: os dois sistemas, tanto o ativo quanto o passivo, são altamente interessantes para serem integrados em determinados sistemas de áudio. Um será ligado diretamente na saída de subwoofer presente no receiver e, o outro será ligado na saída de subwoofer passivo em um amplificador e este ao subwoofer.


Viu só? Nem é tão complicado, agora você já sabe os usos mais corretos destinados a cada um dos tipos de subwoofer e vai ficar muito mais fácil e eficaz na hora de montar seu som ambiente ou mesmo um sistema de home theater de alta qualidade.


Mas e você? Conta pra gente nos comentários o que prefere, você achar melhor subwoofer ativo ou subwoofer passivo?

Esperamos que tenha ficado bem claro as explicações e dicas sobre os dois modelos de subwoofer. Mas caso você tenha alguma dúvida, fique a vontade para nos contatar por meio de um dos nossos vários canais de atendimento.

→ Você também pode curtir:

- Melhores Fones de Ouvido para Praticar Esportes 

- Telas de Projeção Mais Vendidas 

- Quais as principais diferenças entre uma TV e um Projetor (Prós e Contras) 

Comentários